O legado do Parque Chico Mendes para a preservação do meio ambiente

Situado no Recreio dos Bandeirantes, o “Parque Ecológico Chico Mendes” foi criado em 1989 com o intuito preservar a Lagoinha das Tachas e todo o entorno. Seu nome é uma homenagem ao líder seringueiro Chico Mendes, assassinado no Acre em 1988.

O parque é administrado pela “Fundação RIOZOO” e pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, ambos ligados à prefeitura da cidade. Contando com uma área de 43 hectares (ou 430mil m²), o parque dispõe de salas de exposições de animais, biblioteca, auditório, mesas para jogos, trilhas para caminhadas, bancos e estacionamento. Como alternativa de recreação às crianças, oferece uma estrutura de lazer com playground, locais apropriados para piqueniques e brinquedos em madeira.

 Outro intuito do parque ao ser criado foi preservar o jacaré-de-papo-amarelo, uma espécie ameaçada de extinção. Além do jacaré-de-papo-amarelo, contam com mais de 140 espécies de mamíferos, répteis, aves e plantas.

Segundo a gestora Denise, o parque também conta com programas de educação ambiental em parceria com colégios da cidade, além de oficinas voltadas para crianças.

– O trabalho forte do parque está relacionado aos nossos programas de educação ambiental, voltado para as comunidades próximas ao parque. Entre eles, estão visitas monitoradas, com escolas que aceitam irem com guias do parque, que dão informações sobre o mesmo e sobre a conservação da natureza e relação do homem com o meio ambiente. O parque também conta com oficinas de desenho, pintura, aproveitamento de material, etc., afirmou a gestora.

Perguntada também sobre a quantidade no aumento das espécies de animais e plantas, a gestora afirmou não ter uma precisão, porém foi recuperada muita vegetação, tendo apenas 10% da área do Parque não plantada. Por fim, Denise também asseverou que no parque, não há espécies ameaçadas de extinção.

Anúncios

Sobre Pedro Guimarães

Me chamo Pedro Guimarães, 20 anos, sou estudante de jornalismo da Universidade Estácio de Sá.

Publicado em 22/11/2011, em Meio Ambiente. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: